Make your own free website on Tripod.com

Rondonia

Home
Castanheiras
Cabixi
Seringueiras
Nova uniao
Monte Negro
Itapua do Oeste
Rio Crespo
Candeias do Jamari
Santa Luzia do oeste
Campo Novo de Rondonia
Nova Mamore
Primavera de Rondonia
Costa Marques
Nova Brasilandia do Oeste
Alvorada do Oeste
Colorado do Oeste
Cerejeiras
Machadinho do Oeste
Pimenteiras do Oeste
Sao filipe do Oeste
Ministro Andreazza
Sao Francisco do Guapore
Cujubim
Corumbiara
Vale do Paraiso
Parecis
Presidente Medici
Novo Horizonte do Oeste
Chupinguaia
Vale do Anari
Sao Miguel do Guapore
Buritis
Ouro Preto do Oeste
Cacaulandia
Rolim de Moura
Guajara Mirim
Porto Velho
Ji Parana
Jaru
Vilhena
Cacoal
Ariquemes
Pimenta Bueno
Bate Papo
Anuncie Aqui
Ji Parana

jiparana3.jpg

SEJAM BEMVINDOS A CIDADE DE JI-PARANA
 
 
Mais de trinta anos antes do Marechal Cândido Rondon chegar onde hoje está a cidade de Ji-Paraná, nordestinos escorraçados pela seca, chegaram a esta então inóspita região, utilizando o Rio Machado, vencendo as várias cachoeiras que dificultavam sua marcha, os nordestinos foram subindo e estabeleceram a primeira povoação na confluência do Rio Urupá, tomando portanto o nome de Urupá, e que nos primórdios servia de base de abastecimento aos que se estabeleceram, como seringalista e seringueiros.

O nome Ji-Paraná deriva dos nomes indígenas: JI = Machado (devido ao grande numero de pedras que se pareciam com machadinhas indígenas), e PARANÁ = Rio Grande. Ou seja o Rio grande cheio de pequenos machados.

Em 1.909, o Mal. Rondon chegou a primeira vez à embocadura do Rio Urupá, construindo então a primeira Estação Telegráfica, a qual denominou de Presidente Pena, em homenagem ao então Presidente da República Afonso Augusto Moreira Pena.

Com a desvalorização da borracha, a região se despovoou e somente com a descoberta de diamante foi que a região voltou a florescer. Na década de 50 habitavam na então Vila de Rondônia, cerca de 30 pessoas, que aumentou para 2.000 pessoas com a vinda de garimpeiros, que traziam suas embarcações e que na época das secas pontilhavam o rio em busca de diamantes. A 11 de outubro de 1.977, teve sua emancipação política decretada pelo Presidente Ernesto Geisel, que através da lei nº 6.448 deu autonomia ao município, transformando-o na atual Ji-Paraná. A instalação aconteceu no mesmo ano, no dia 22 de novembro, pertencendo porém a Comarca de Porto Velho, até o dia 29 de fevereiro de 1.980, quando através da lei 6.750 de 10 de dezembro de 1.979, foi transformado em Comarca.

Ji-Paraná hoje é a 2ª maior cidade do Estado de Rondônia, com uma população de cerca de 150 mil habitantes, e onde se instalaram grandes indústrias do setor madeireiro, como a Madeireira: Urupá, Condor Floresta, LAMY, Trianon, a indústria de granitos Gramazon, laticínios como : Tradição, Beira Rio, Boa Vista e um grande frigorí
fico que geram centenas de empregos para a população local. Além disso, Ji-Paraná possui um comércio forte nos mais variados ramos, desde pequenos estabelecimentos varejistas, até grandes supermercados e distribuidoras de gêneros alimentícios e materiais diversos. Aliado a este progresso, o município também tem uma grande produção agrícola, sendo os principais produtos, o algodão, o arroz, o milho, a banana, a mandioca, o café e o cacau. A produção de pecuária de animais de grande porte é uma das mais expressivas da região, sendo abatidas diariamente 70 rezes para o consumo interno. A rede hoteleira e de restaurantes está preparada para atender aos mais refinados gostos.

A atual administração do município tem investido maciçamente na Educação, na Saúde e no Saneamento Básico, estando em fase de conclusão a canalização do principal córrego da cidade ( Córrego 2 de abril ) que eliminou os problemas de enchentes no município. Ji-Paraná possui ainda um Aterro Sanitário, onde o lixo doméstico é tratado e também incinerador de lixo hospitalar que realiza a queima de todo o lixo produzido pelos hospitais, farmácias e laboratórios de análises clinicas da rede pública e privada da cidade. Muito poderia se falar ainda de Ji-Paraná, como o Teatro Municipal, A Expojipa ( Principal festa Agropecuária da região Norte), a beleza do seu rio etc. Este é pois um breve resumo do que foi e do que é Ji-Paraná.

Processo de Ocupação

1877 - Começa a ocupação da Amazônia pôr nordestinos que extraiam o látex da Seringueira. Eram os chamados SOLDADOS DA BORRACHA.
1883 - A administração do Rio Machado era passada pôr "Frei Iluminatu" às mãos do morador AMÂNCIO FARIAS DA CRUZ ( fato mencionado no livro "DESBRAVADORES" de Victor Hugo ).
1909 - Marechal Rondon chegou pela primeira à embocadura do Rio Urupá , construindo a primeira estação telegráfica, a qual denominou de Presidente Pena.

1920 - A desvalorização da borracha no mercado internacional causa a diminuição da população do lugar até os anos 50.
1951 - Vila Rondônia possuía 20 casas e pouco mais de 100 habitantes. Na década de 50, com a descoberta de diamantes, a região voltou a crescer.
1952 - Vila de Rondônia recebe o primeiro administrador, o Sr. ABEL DE OLIVEIRA NEVES.

1960 - A população chega a 600 moradores e pouco mais de 100 casa. O presidente Juscelino Kubistchek de Oliveira determina abertura da Br 029, atual 364.

1968 - Inicio da atuação do IBRA, atual INCRA, acelerando significativamente o fluxo migratório para essa Região.
1970 - A população urbana e suburbana da Vila Rondônia chega aos 4.285 habitantes e pouco mais de 700 casas.

1973 - Em julho deste ano a população ultrapassa os 13.000 habitantes. Em três anos e meio cresceu uma taxa de 200%.

1977 - Através da Lei nº 6.448, de 11 de Outubro de 1977, o presidente Ernesto Géiser concedeu emancipação política à Vila de Rondônia, que passou a chamar-se JI-PARANÁ. Em 22 de novembro do mesmo ano deu-se a instalação do Município de Ji-Paraná. Da emancipação até a primeira Eleição Direta para Prefeito e Vereadores, c/ a instalação da Câmara Municipal, Ji-Paraná teve os seguintes prefeitos, pela ordem : Walter Bartolo ( 22.11.77 a 22.04.78 ); Nunoi Itsumi ( 22.04.78 a 03.05.79 ); Assis Canuto ( 03.05.79 a 14.05.82 ); e Manuel Lopes Lamego ( 14.05.82 a 31.01.83 ).

1982 - Com as eleições de 15 de novembro de 1982, foram eleitores os Srs. Roberto Jotão Geraldo e Valdemar Camata, como Prefeito e Vice Prefeito respectivamente, instituindo-se em Ji-Paraná a primeira CÂMARA MUNICIPAL.

1988 - Em 15 de Novembro de 1988, foi eleito Dr. José de Abreu Bianco, advogado e Ex- Deputado Estadual, Prefeito de Ji-Paraná, com Mandato até o final do ano de 1992.
1992- Em 15 de Novembro de 1992, foi eleito Prefeito o Sr. Jair Ramires, ex-Secretario de Obras.
1996- Em 05 de Outubro de 1996, foi eleito Prefeito o Dr. Ildemar Kussler.

2000 – Em 01 de Outubro de 2000 foi eleito prefeito o sr. Acir Marcos Gurgacs e vice Leonirto (Nico do PT). Sendo que o prefeito Acir Gurgacz renunciou seu mandato no dia 4 de Abril de 2002, deixando a prefeitura ao cargo de seu vice Nico
do PT.